top of page

Rincon del Sarandy leva grandes campeonatos nas fêmeas em Uruguaiana



Em manhã de disputa acirrada nas pistas do Parque Agrícola e Pastoril de Uruguaiana (RS), a Rincon del Sarandy arrematou os grandes campeonatos nas fêmeas Angus rústicas da Expoutono 2023. A estância, comandada pelo pecuarista Ignacio Tellechea, conquistou o título de trio grande campeão de fêmeas Puras de Origem (PO), com o lote 9 (TE3919, 3900 e 3896), do qual saiu a melhor fêmea PO da exposição, a novilha maior de pelagem preta TE3919. A propriedade também venceu entre as fêmeas Puras Controladas (PC). A vitória veio com o lote 16 (01110, 1108 e 1102). O mérito de melhor fêmea PC ficou com a novilha 1102.


Ignacio Tellechea, que comemorou as conquistas juntamente com a família na beira da pista, destaca que o resultado é reflexo de um trabalho minucioso de melhoramento lastreado em anos de seleção por meio do Programa de Melhoramento do Bovinos de Carne (Promebo) realizado ao lado da mãe Claudia Indarte e do irmão Martin Tellechea. “A melhor fêmea PO da exposição carrega genética do touro norte-americano Raindance, reconhecido por conceder aos seus descendentes alto potencial carniceiro”. Os animais, segundo o criador, serão ofertados no Rincon Code 2023, que será realizado no segundo semestre.


Pela primeira vez julgando Angus em pista brasileira, o uruguaio Andrés Peñagaricano reforçou o nível de preparação das fêmeas campeãs. “Haviam muita qualidade e quantidade de animais em excelente preparação, o que é muito positivo frente à situação de déficit hídrico que enfrentamos. Priorizei a homogeneidade, mas, na hora de escolher o melhor animal individual, vi que havia muitos exemplares de diferentes lotes, o que consolida a qualidade dos animais presentes na mostra”, testemunha, reforçando a profundidade de costela, largura e porte das fêmeas.


Nos machos PO, a cabanha de Uruguaiana levou o título de terceiro melhor trio, com o lote 26 (TE3923, TE3876 e TE3873). “Há muitos anos não víamos uma pista tão pesada, com número de animais tão expressivo em Uruguaiana. Isso mostra o engajamento dos criadores e a alta qualidade genética dos rebanhos Angus selecionados no Brasil”, frisa Tellechea.


Vitória também na Ultrablack

A Rincon também venceu na raça Ultrablack. Nos machos, a estância levou todos os prêmios. A dupla grande campeã é a do lote 9 (TE1219 e TE1211). A dupla reservada é do lote 6 (TE1496 e 1462). O título de terceira melhor dupla também foi para a Rincon com o lote 10 (TE1279 e TE1205). O melhor Ultrablack da exposição é o touro dois anos TE1279, do lote 10. “Tivemos várias duplas interessantes. Escolhi os touros da categoria dois anos como grandes campeões pelo potencial de produzir carne de forma impressionante. São animais de linha baixa e estrutura para comportar muitos quilos”, completa o jurado.


Nas fêmeas, a Rincon arrematou o mérito de dupla reservada de grande campeã com o lote 2 (TE1444 e TE1432), uma parceria com o criador Marcus Vinicius Wagner Pinto. A terceira melhor dupla é a do lote 4 (1230 e TE1212). A melhor fêmea Ultrablack da mostra é a novilha maior TE1212, pertencente ao lote 4.


Foto: Carolina Jardine

24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page